quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Oh, Christopher!

Poderia tecer mil elogios sobre este senhor. Sou uma admiradora, um pouco na ordem da veneração, do trabalho do Christopher Bailey na casa Burberry. O motivo deste post, claro está, só poderia ser o último desfile da marca em Londres que me deixou absolutamente sem palavras.
Não sei se é da música, do cenário ou do grande desfecho deste espetáculo ( sabendo desde logo que as roupas são um factor de adoração prontamente assumido). A verdade é que não sei por onde pegar neste desfile que me deixou a desejar estar ali, na primeira fila, tal como a Rosie Huntington-Whiteley, a Clemece Poésy e o Eddie Redmayne.
A cada saída para a passarelle, eu apaixonava-me ainda mais um pouco pelo Christopher Bailey. Cinzentos e verdes-secos conjugados irrepreensivelmente  com um azul escuro sóbrio. Apontamentos de mostarda, burgundy e castanho camel fizeram a palette Burburry Prorsum.
Um primor e elegância inglês que, depois do desfecho épico, me faz ficar a desejar sempre um pouco mais. Um pouco mais de Bailey, por favor!

2 comentários:

Le Blonde disse...

Não vi o desfile mas vi algures alguem dizer que foi um grande desfile sim senhor... adoro principalmente a ultima imagem. Ai o que não dava para ir ver uma semana da moda londres ou paris! :)

Cat disse...

Can't get enough of this.